quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Dalton Trevisan : o livro novo do vampiro de Curitiba

Considerado o maior contista brasileiro desde Machado de Assis, o paranaense Dalton Trevisan é uma espécie de Salinger brasileiro - não dá entrevista, não se deixa fotografar e, dizem, nem mesmo sua própria família tem o numero de seu telefone. Por tudo isso - e mais alguma coisa - ele é chamado de "o vampiro de Curitiba". Indiferente a rótulos, o contista exerce o seu ofício de forma emblemática e polifônica.
Autor de mais de três dezenas de livros de contos, Trevisan está chegando às livrarias, pela Record, com um novo volume de histórias curtas - "Desgracida". São 237 páginas impactantes. A começar pela nova bossa de juntar, aos contos (muitos deles, minis, micros) algumas cartas enviadas nos anos 60 e 80 aos amigos escritores Rubem Braga e Otto Lara Resende. A este, o contista fala (muito) mal de Guimarães Rosa. Mexeu no vespeiro.
Há poucos anos, Trevisan me honrou com o convite para escrever a "orelha" de um de seus livros. O texto, assinado, saiu no volume "Contos Eróticos". Já o convite foi feito triangularmente, com a editora servindo de contato. Coisas do vampiro...

2 comentários:

  1. olá Duílio, como você está?
    Bom saber deste livro. Vou procurá-lo.
    abraços e bom domingo
    Ale

    ResponderExcluir
  2. Olá sou leitora do blog !

    E neste momento estou divulgando um evento artistico , para uns amigos...

    Gostaria que você tomasse conhecimento dele...


    Vou deixar meu email.. crica100@hotmai.com

    Me mande uma msg que le mando um release do projeto...

    Agradeço, enormemente..

    Cristina de Moraes.

    ResponderExcluir